08 junho 2010

Sotaque italiano nas novelas e minisséries


Passione e outras produções cheias de charme italiano

Nino, o Italianinho
Na novela da TV Tupi, de 1969, o imigrante italiano Nino (Juca de Oliveira) tinha um açougue no Bixiga, em São Paulo. Ele era apaixonado por Natália (Bibi Voguel), que só queria saber de casar com o ricaço Renato (Wilson Fragoso). Já Bianca (Aracy Balabanian), a mocinha com defeito em uma das pernas, era louca por Nino e ele demorou a perceber. Décadas depois, no humorístico Sai de Baixo, Miguel Falabella sempre relembrava a personagem de Aracy e dizia: ''Ela mancava!''

Os Imigrantes
Na novela exibida pela Bandeirantes em 1981, Rubens de Falco era Antonio di Sálvio, imigrante italiano que prosperou ao casar com a filha de um fazendeiro. Ele tinha dois grandes amigos que também se chamavam Antonio, um português, vivido por Othon Bastos, e um espanhol, Altair Lima. O trio retratava a história da imigração no início do século 20.

Anarquistas, Graças a Deus
Zélia Gattai morou boa parte de sua vida em Salvador, ao lado do marido Jorge Amado, mas na verdade tinha raízes italianas. Filha de imigrantes, ela cresceu em São Paulo e acompanhava o envolvimento dos pais com o movimento político anarquista. Essas lembranças se transformaram em livro e depois na minissérie global Anarquistas, Graças a Deus, exibida em 1984. Os pais da escritora, Angelina e Ernesto, foram interpretados por Débora Duarte e Ney Latorraca.

O Rei do Gado
Durante a Segunda Guerra Mundial, as famílias italianas Mezenga e Berdinazzi brigavam muito por causa de terras no interior de São Paulo. No entanto, Giovanna Berdinazzi (Letícia Spiller) e Enrico Mezenga (Leonardo Brício) se apaixonaram e tiveram um filho, Bruno (Antônio Fagundes), que se tornou um grande fazendeiro. Já consagrado como rei do gado, ele conheceu Luana (Patrícia Pillar), uma sem-terra que na verdade era sua prima Marieta Berdinazzi e desconhecia a própria identidade. A novela O Rei do Gado foi exibida pela Globo em 1996.

Terra Nostra
Giuliana (Ana Paula Arósio) conheceu Matteo (Thiago Lacerda) na longa viagem de navio rumo ao Brasil. Os dois tiveram uma noite de amor em alto mar e planejaram casamento, mas a confusão no desembarque fez com que se perdessem. Ela passou a morar com amigos de seus pais, e ele foi trabalhar na fazenda de um barão do café. Quando se reencontraram, os dois já estavam casados com outras pessoas, o que movimentou a trama, exibida pela Globo em 1999.

Esperança
Em Esperança, novela global de 2002, Toni (Reynaldo Gianecchini) era apaixonado por Maria (Priscila Fantin), mas o pai da moça, Giuliano (Antônio Fagundes), não aceitava ter um genro pobre. Por conta disso, o italiano viajou ao Brasil, em busca de novas oportunidades de trabalho. Em São Paulo, ele conheceu a judia Camilli (Ana Paula Arósio), com quem iniciou um conturbado romance. A situação ficou ainda mais complicada quando Maria chegou ao país.

A Casa das Sete Mulheres
Na minissérie de 2003, o personagem real Giuseppe Garibaldi (vivido por Thiago Lacerda), revolucionário italiano, é retratado na época em que ajudou os gaúchos na Revolução Farroupilha e encontrou o grande amor de sua vida, Anita (Giovanna Antonelli). Na ficção, os dois vivem um triângulo amoroso com a jovem Manuela (Camila Morgado).

Poder Paralelo
Tony Castellamare (Gabriel Braga Nunes), brasileiro de origem italiana, teve sua esposa, a Condessa Marina di Salaparuta, morta num atentado em Palermo, na Itália, junto com as filhas. Suspeito de envolvimento com a máfia da Itália, ele só não morreu por conta da ajuda do delegado Téo (Tuca Andrada). Ao descobrir que a ordem do assassinato veio do Brasil, Toni voltou ao país para se vingar. A trama da Record foi exibida em 2009.

Uma Rosa com Amor
Em Uma Rosa com Amor, no ar no SBT, Betty Faria aparece como uma típica mama italiana, de sotaque carregado. Ela interpreta Amália, mãe da mocinha Serafina (Carla Marins). Um dos principais núcleos da novela é em um cortiço do Bixiga, em São Paulo, que é repleto de imigrantes da Itália e rende os momentos mais divertidos da trama.

Passione
A trama da nova novela das oito da Globo começa quando Eugênio (Mauro Mendonça), á beira da morte, revela à sua esposa Bete (Fernanda Montenegro) que deu o filho dela a uma família de italianos. O menino não tinha morrido há 50 anos, como contou na época. Agora, ele tem mais de 50 anos, chama-se Totó (Tony Ramos) e pode herdar boa parte da fortuna da verdadeira família. A golpista Clara (Mariana Ximenes) ouve a história e parte para a Itália, pronta para conquistá-lo e ficar com seu dinheiro.

Por Gisele Navarro


PS: Assisti, bem acompanhei como televizinha a novela Nino, o Itatlianinho - não tinha televisão.
Também assisti O Rei do Gado, Terra Nostra, Esperança, Poder Paralelo, Uma Rosa com Amor( 1ª versão), A Casa das Sete Mulheres (e no momento a reprise no Canal Viva - 36 da Net).
E vocês, acompanharam algumas delas?
Sonia

Um comentário:

  1. Sim, mas não gosto muito das misturas que eles fazem não...rs

    bj

    ResponderExcluir

© Retalhos no Mundo - 2013. Todos os direitos reservados.
Criado por: Roberta Santos.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo